Liturgia das Horas - I Vésperas

laudes_liturgia_das_horas
Liturgia das Horas - Laudes
Celebração do Ofício das I Vésperas da liturgia própria de São João Calábria. Reza-se este Oficio todo o dia 08 de cada mês e de modo solene no dia 08 de outubro
 
I Vésperas
 
Introdução 
V. Vinde ó Deus em meu auxílio 
R. Socorrei-me sem demora. 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. 
Como era no princípio agora e sempre. Amém. 
 
Hino 
Senhor, a vós cantamos 
um hino de louvor, 
louvando o vosso santo, 
perfeito servidor. 
 
Humilde, obediente, 
a vós se consagrou; 
da vida a castidade 
por Cristo conservou. 
 
Buscou a vossa glória, 
unido a vós somente, 
com todo o ser entregue 
do amor ao fogo ardente. 
 
Na terra a Vós unido 
com ternura e caridade, 
no céu, feliz, triunfa 
por toda a eternidade. 
 
Alegres seu exemplo 
queremos imitar 
e um dia, a vós Trindade, 
louvor sem fim cantar. 
 
Salmodia
 
Ant. 1 Santos todos do Senhor, cantai um hino ao nosso Deus. 
 
Salmo 112(113)
O nome do Senhor é digno de louvor
Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes (Lc 1,52).
 
- Louvai, louvai, ó servos do Senhor, * 
louvai, louvai o nome do Senhor! 
- Bendito seja o nome do Senhor, * 
agora e por toda a eternidade! 
- Do nascer do sol até o seu ocaso, * 
louvado seja o nome do Senhor! 
 
- O Senhor está acima das nações, * 
sua glória vai além dos altos céus. 
Quem pode comparar-se ao nosso Deus, 
ao Senhor, que no alto céu tem o seu trono * 
e se inclina para olhar o céu e a terra? 
 
- Levanta da poeira o indigente * 
e do lixo ele retira o pobrezinho, 
- para fazê-lo assentar-se com os nobres, * 
assentar-se com os nobres do seu povo. 
- Faz a estéril, mãe feliz em sua casa, * 
vivendo rodeada de seus filhos. 
 
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
 
Ant. Santos todos do Senhor, cantai um hino ao nosso Deus. 
Ant. 2 Felizes os famintos e sedentos de justiça: serão todos saciados.
 
Salmo 145(146)
Felicidade dos que esperam no Senhor
Louvamos o Senhor em nossa vida, isto é, em nosso proceder (Arnóbio).
 
- Bendize minh'alma, ao Senhor! 
Bendirei ao Senhor toda a vida, * 
cantarei ao meu Deus sem cessar! 
 
- Não ponhais vossa fé nos que mandam, * 
não há homem que possa salvar. 
- Ao faltar-lhe o respiro ele volta 
para a terra de onde saiu; * 
nesse dia seus planos perecem. 
 
- É feliz todo homem que busca 
seu auxílio no Deus de Jacó, * 
e que põe no Senhor a esperança. 
- O Senhor fez o céu e a terra, * 
fez o mar e o que neles existe. 
 
- O Senhor é fiel para sempre, * 
faz justiça aos que são oprimidos; 
- ele dá alimento aos famintos, * 
é o Senhor quem liberta os cativos. 
 
- O Senhor abre os olhos aos cegos, 
o Senhor faz erguer-se o caído, * 
o Senhor ama aquele que é justo. 
 
- É o Senhor quem protege o estrangeiro, 
quem ampara a viúva e o órfão, * 
mas confunde os caminhos dos maus. 
 
- O Senhor reinará para sempre! 
Ó Sião, o teu Deus reinará * 
para sempre e por todos os séculos! 
 
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
 
Ant. Felizes os famintos e sedentos de justiça: serão todos saciados. 
Ant. 3 Bendito seja Deus, que nos chamou a sermos santos e sem mancha pelo amor! 
 
Cântico Ef 1, 3-10
Cristo, o servo de Deus
 
- Bendito e louvado seja Deus, * 
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso, 
- que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo *
com bênção espiritual de toda sorte!
 
R. Bendito sejais vós, nosso Pai, que nos abençoastes em Cristo! 
 
- Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, * 
já bem antes de o mundo ser criado, 
- para que fôssemos, perante a sua face, * 
sem mácula e santos pelo amor. R.
 
- Por livre decisão de sua vontade, 
predestinou-nos, através de Jesus Cristo, * 
a sermos nele os seus filhos adotivos, 
- para o louvor e para a glória de sua graça. * 
que em seu Filho bem-amado nos doou. R.
 
- É nele que nós temos redenção,*
dos pecados remissão pelo seu sangue. 
- Sua graça transbordante e inesgotável 
Deus derrama sobre nós com abundância,* 
de saber e inteligência nos dotando. R.
 
- E assim, ele nos deu a conhecer* 
o mistério de seu plano e sua vontade, 
- que propusera em seu querer benevolente,* 
na plenitude dos tempos realizar: 
- o desígnio de, em Cristo, reunir* 
todas as coisas: as da terra e as do céu. R.
 
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
 
Ant. Bendito seja Deus, que nos chamou a sermos santos e sem mancha pelo amor! 
 
Leitura breve Fl 3, 7-8 
As coisas, que eram vantagens para mim, considerei-as como perda, por causa de Cristo. Na verdade, considero tudo como perda diante da vantagem suprema que consiste em conhecer Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele eu perdi tudo. Considero tudo como lixo, para ganhar Cristo e ser encontrado unido a ele. 
 
Responsório breve 
R. O Senhor amou seu santo 
* E o ornou com sua glória. R. O Senhor. 
V. O Senhor o revestiu com o manto da vitória. *E o ornou. 
Glória ao Pai. R. O Senhor. 
 
Cântico evangélico (Magnificat) Lc 1, 46-55 
 
Ant. Deixai as criancinhas virem a mim, pois delas é o Reino do Pai. 
 
46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador; 
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 
 
49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 
 
51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;
 
53 De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor, 
 
55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 
 
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
 
Ant. Deixai as criancinhas virem a mim, pois delas é o Reino do Pai. 
 
Preces 
 
Pela intercessão de São João Calábria peçamos ao Senhor em favor da Igreja e digamos: 
 
R. Santificai, Senhor, a vossa Igreja! 
 
Pela intercessão de São João Calábria, que se ofereceu vítima pelo Papa, - concedei ao santo Padre a luz e a força do Espírito Santo. R. 
 
Pela intercessão de São João Calábria, que tanto fez e sofreu pela Igreja, - dai à vossa Igreja santos pastores e dignos ministros. R. 
 
Pela intercessão de São João Calábria, que recebeu a missão de reavivar no mundo a fé na paternidade de Deus, - concedei à vossa Igreja dar testemunho do amor e da ternura de Deus Pai e da sua amável Providência. R. 
 
Pela intercessão de São João Calábria, profeta do verdadeiro ecumenismo, - dai à vossa Igreja o dom da unidade e da paz. R.
 
Pela intercessão de São João Calábria, que fez com Cristo a opção preferencial pelos pobres e marginalizados, - concedei à vossa Igreja defender os direitos, a dignidade e a vida plena de todas as pessoas. R. 
 
(intenções livres) 
 
Pela intercessão de São João Calábria, que mereceu contemplar a luz da vossa face, - fazei que todos os membros da vossa Igreja busquem o vosso Reino e a vossa justiça aqui na terra e participem do vosso Reino definitivo no céu. R. 
 
Pai Nosso... 
 
Oração 
Deus, Pai todo-poderoso, que para reavivar no mundo a confiança em vossa paternidade e o abandono filial à vossa Providência, suscitastes na Igreja o sacerdote João Calábria, concedei-nos, por sua intercessão, que, animados pelo mesmo espírito, possamos reconhecer e servir o vosso próprio Filho em nossos irmãos e irmãs pobres e sofredores. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. 
 
Conclusão da Hora
O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna. Amém.