Memória de São João Calábria - 04 de dezembro de 1954

Hoje, 04 de dezembro, a Congregação Pobres Servos da Divina providência e os fiéis de São João Calábria fazem memória a sua morte.

Pe. Calábria celebrou a última Missa (21 de novembro de 1954) "pela minha alma, pela Obra, pela Igreja"; ofereceu em seu leito de morte "a sua carcaça inútil... em troca da vida tão preciosa do Santo Padre Pio XII" (gravemente doente). 
 
O papa melhorou rapidamente, e o Pe. João se agravou: aos males cardíacos e pulmonares, acrescentou-se uma hemiplegia cerebral (3 de dezembro).
À uma hora do sábado (4 de dezembro), o coração generoso do Pe. João Calábria deixou de bater aos 81 anos de idade. 
 
 

"... per la mia anima, per l'Opera, per la Chiesa'; "... la sua carcassa inutile... in cambio della vita

tanto preziosa del S. Padre Pio XII".

A imprensa local comunicou a notícia de que um santo morreu: descreveu o triunfal funeral de um santo, presidido pelo bispo Girolamo Cardinale, com a participação do rabino Weiss Levi.

 
Irmão Francisco Perez, conhecido na Congregação por aquele que renunciou a todos os seus bens, aos seus cargos e familiares para seguir  São João Calábria, faleceu também no dia 04 de dezembro, um pouco antes, em 1937.