Atividades do Instituto Pobres Servos recebem visita de voluntários italianos

Riccardo Corsi e Evelin Rossi são de San Zeno, Itália (cidade natal de São João Calábria) e chegaram no Brasil no início do mês de Agosto, ambos são psicólogos e já trabalham na área social, com crianças e adolescentes, Riccardo trabalha diretamente com a Congregação dos Pobres Servos na Itália.
Desde que chegaram no Rio Grande do Sul, o casal esteve visitando a sede e núcleos do CPIJ, Calábria e Abrigo João Paulo II.  Chegando a participar da Jornada Calabriana, que aconteceu na última sexta-feira (24). Também puderam conhecer um pouco da cultura gaúcha e apreciar um bom Churrasco.
 
Perguntamos a eles por que optaram em visitar as atividades dos Pobres servos? E por que o Brasil?
Riccardo: Para ter uma oportunidade de experiência com o trabalho de acompanhamento das atividades nessa área, como já trabalhamos na área como psicólogos e tinha ligação com a Congregação facilitou.
 
O que estão achando do trabalho realizado por aqui e se difere do trabalho realizado na Itália?
Evelin: Muda a realidade, as necessidades, mas as estruturas em si são as mesmas, aqui as pessoas são mais pobres. Lá na Itália o governo dá mais estrutura para as pessoas e a pobreza não chega ao nível que estamos vendo. 
 
Antes de vir ao Brasil vocês tinham uma expectativa, está sendo como imaginavam?
Riccardo: Tínhamos uma ideia muito vaga, muito diferente daquilo que estamos vendo. Nós temos vivenciado a pobreza de verdade. E o conceito de favela tem mudado para nós, antes quem  considerávamos pobres na Itália, podemos considerar que aqui seriam ricos (falou em tom de sarcasmo mas ao mesmo tempo de preocupado).  
 
Perguntamos o que levam para casa desta experiência? 
Riccardo e Evelin: Levamos para casa uma outra maneira de viver a vida cotidiana, o trabalho e o espírito com que trabalhamos nessas difíceis realidades. O trabalho se torna uma verdadeira missão de vida, como testemunham os colaboradores que já foram jovens que cresceram nos vários projetos do Instituto, e que foram capazes de incorporar o forte carisma calabriano. Percebemos com que frequência damos por certo os verdadeiros valores e simplicidade das coisas essenciais da vida.  
 
A Delegação Nossa Sra. Aparecida agradece a visita, essas trocas são muito importantes, e nos inspiram a trabalhar cada vez mais promovendo vidas.
 
Após esse longo período conosco, hoje eles embarcaram para Foz do Iguaçu, onde irão visitar as atividades sociais da Delegação do Paraguai.