Postulantes Pobres Servas visitam a Delegação Nossa Senhora Aparecida

Hoje, 20 de abril,  as Postulantes Ana Clara, Juscélia Bessa, Angélica Esquivel e Miryan Sanabria, da Casa de Formação de Farroupilha/RS, juntamente com a Ir. Maria Izabel Zaia, estiveram conhecendo a Delegação Nossa Senhora Aparecida, em Porto Alegre/RS. 
 
 
A Irmã Maria Zaia é uma das primeiras Pobres Servas da Divina Providência, que veio morar na América Latina. Atualmente, ela reside em Porto Alegre. Vale ressaltar ainda, que as postulantes em suas etapas de formação são acompanhadas pela Ir. Glória Dolzan.  
 
As postulantes falaram sobre as etapas formativas e perspectivas no Postulado - 
 
"A fase inicial, compreende-se um processo vocacional de discernimento; a segunda, chamada de aspirantado, como o próprio nome já diz, aspirando, isto é, desejando a vida religiosa. Nessa etapa vive-se a comunhão fraterna e as novas relações com as pessoas e com a própria Obra.  No postulado, o processo formativo é a partir de uma relação mais concreta, período também, para viver e conhecer novas pessoas, com culturas e idiomas diferentes. Sinto-me mais próxima, realmente fazendo parte da família Calabriana".  Disse Juscélia Bessa, que vem da Bahia.
 
 "Além disso, aprofundar mais sobre o carisma e a espiritualidade calabrianos, no âmbito da fé e confiança no abandono filial a divina Providência. Vive-se uma profunda intimidade com Cristo, do conhecer e conhecer-se." Relatou Myrian Sanabria, que vem do Paraguai.
 
Não há ser humano algum que não seja chamado por Deus a viver na liberdade, e com essa, conviver e servir a Deus por meio de um relacionamento fraternal para com o próximo.
 
 
Quando se fala do chamado de Deus à liberdade, refere-se a vocação à existência - à vida, que se descreve numa realidade humana - ser gente, ser pessoa. Segundo, a vocação cristã, ser filho no Filho, por meio o batismo. Desse modo, compreende-se que vocação é dom Deus, é chamado que requer uma resposta autêntica. Por tanto, vocação não se perde o que não se trabalha é a motivação vocacional.
 
Rezemos a Deus Pai Providente, que sustente e fortaleça a vocação e missão de nossas postulantes. Que o Senhor da messe continue suscitando operários para a sua vinha. São João Calábria, rogai por nós!