Páscoa é um eterno recomeço...

vela_pascoa_pobres_servos
 

A PAIXÃO de CRISTO continua presente na humanidade.

Sua agonia se prolonga na história em todas as raças, povos e culturas.

Contudo, paixão e morte não têm a última e definitiva palavra.

A VIDA vence a morte, mesmo quando parece sucumbir.

A vida não morre ao morrer...

O clamor pela vida é lamento, súplica, esperança e fé. Ele ressoa pela voz da criança, do migrante, da família sem casa, sem trabalho, sem saúde, sem sustento.

O grito traz o "timbre" do irmão negro, do índio, do operário, do excluído... Ele chega dos porões da violência, das mentiras e engodos das mídias dominantes, das injustiças dos tribunais, dos corredores dos hospitais...

O grito irrompe do ventre da Terra, do coração dos jovens, das mulheres exploradas em seus sentimentos, corpos e sonhos.

O GRITO por vida nova deseja abafar a hipocrisia dos moralistas e exploradores da fé do povo. Dos que semeiam a ilusão das armas, da intolerância e do medo.

A VOZ da PÁSCOA quer acordar os adormecidos, sensibilizar os corações petrificados, mover os pés dos acomodados, soltar a língua dos omissos e calados.

A voz da Páscoa é melodia de fraternidade, ternura, felicidade.

É festa dos pequenos, é pão na mesa da partilha, é casa, trabalho digno, educação...

A voz da Páscoa é inspiração a amar e acreditar na vida plena, na "terra sem males", no céu entre nós, no axé celebrado com ritmo, dança, arte e beleza.

PÁSCOA é voz de libertação carregada de energia vital, cidadã, afetiva e espiritual.

É novidade e surpresa de Deus em cada amanhecer.

É horizonte infinito, cheio de luz, esperança e paz.

 

PÁSCOA é vida eterna no coração de Deus. (Pe. Osnar Coppi)

 

Feliz e Abençoada Páscoa!

São os votos dos Pobres Servos da Divina Providência.