Loading color scheme

Paróquia de Feira de Santana serve o Sopão da caridade para comunidade mais vulnerável

Paróquias

Ao realizarem a assembleia pastoral  paroquial na Paróquia N. Senhora das Graças, onde atuam os Pobres Servos (Bahia), em fevereiro deste ano, ficou definido o tema "Somos uma Igreja que anuncia e testemunha com a caridade". A partir daí, iniciou-se o Sopão da Caridade. A ação é uma resposta aos desafios da Pandemia.

O Padre Victor Zacarias, Pobre Servo e pároco, conta como a ideia surgiu: “Tínhamos constatado que a nossa Paróquia era uma das mais ativa nas suas pastorais e ações  de evangelização dentro do contexto urbano de Feira de Santana. Mas estudando as diretrizes da ação  evangelizadora 2019-2023 no Brasil elaboradas pela CNBB  que apresenta os quatros  pilares essenciais: a) Palavra de Deus e a iniciação à vida cristã; O pilar do Pão que é a casa sustentada pela liturgia e sobre a espiritualidade; o pilar da Caridade que é a casa sustentada sobre o acolhimento fraterno e sobre o cuidado com as pessoas, especialmente os mais frágeis e excluídos e invisíveis; o pilar da Missão porque é impossível fazer uma experiência profunda com Deus na comunidade eclesial que não leve, inevitavelmente, à vida missionária, nos demos conta que na paroquia faltava uma ação concreta que realmente mostrasse em modo visível  a nossa Missão sobretudo para os mais necessitado.

Se tinha pensado algo mais estruturado dentro da Paróquia que desse resposta às várias demandas, mas com  pandemia no limitamos a responder às necessidades básicas dentro das possibilidades do momento.

Assim que visto o número crescente de pessoas que batem a porta da secretaria procurando algo para alimentarem-se, se pensou em  Sopão, duas vezes por semana: Segundas-feiras na casa paroquial com voluntário do grupo calabriano e nas quartas-feiras na Comunidade Nossa Senhora Aparecida, junto com as Irmãs do Cenáculo.  E atualmente a comunidade São  João Calábria  começou também  nas segundas-feiras.”

 

- Quem doa os alimentos?
Alguns supermercados, Hortifrutti, Açougue, Padarias, pessoas singulares, constituem mãos da providência que ajudam.
- Quem são os assistidos?
Duas comunidades mais carentes da paróquia e outra que não pertence ao território pastoral.
Em média são 300 litros e 400 pães para a comunidade Imaculada Conceição, nas segundas-feiras;
300 litros e 450 pães para o Bom Pastor nas quartas-feiras;
150 litros e 200 pães para Belo Horizonte, uma comunidade extra paroquial;

Além do Sopão, a paróquia distribui cestas básicas e roupas. Padre Zacarias acrescenta: “Temos feito com o material que recebemos nos Drive THRU solidários que organizamos periodicamente na Paróquia.

Atendemos 50 família carentes que são  registradas e mais pessoas que ocasionalmente chegam e carecem do básico. O certo é que temos tocado com mãos  as gritantes necessidades de muitos dos nossos irmãos e várias vezes sentimos que é  uma gota no oceano das necessidades o que temos feito.”

 

 Que Deus abençoe essa comunidade e a todos que contribuem de alguma forma para auxiliar nossos irmãos nesse momento.

Um trecho dos escritos de São João Calábria, que segundo o Padre Zacarias, tem inspirado a evangelização com a Caridade. 

 “Devíamos nós abandonar a iniciativa por falta de meios? Isso seria trair a nossa especial missão de bem! Além do mais, graças a Deus ainda existem almas realmente boas e corações generosos que merecem entender e fazer a caridade.... a caridade não empobrece, mas enriquece no tempo e, mais do que tudo, na feliz eternidade. A todos estes nos dirigimos em nome do Senhor.... que entre nós não se realize o lamento do profeta: “ os pequenos pediam pão e não havia quem os distribuísse”... Esta é a hora de fazer uma verdadeira cruzada de caridade". (São  João  Calabria.09/11/1947).