Loading color scheme

Inauguração do Residencial Inclusivo

Social

 No último dia 08, o Abrigo João Paulo II - atividade dos Pobres Servos em Porto Alegre - inaugurava o Residencial Inclusivo Raios de Luz, em parceria com a prefeitura de Porto Alegre por meio da Fundação de Assistência Social e Cidadania-FASC. Esta unidade atenderá dez residentes, jovens adultos com deficiências e que completaram 18 anos nas casas-lares e abrigos de Porto Alegre.

     

    O evento contou com a presença do Padre Cláudio Antônio Bianchet, Psdp, diretor do Abrigo, Camila Monteiro Martins, vice-diretora, Juliana Gonçalves, psicóloga e coordenadora técnica dos Residenciais Inclusivos, Sra. Tainá Vidal, primeira dama do município de Porto Alegre, do Sr. Mário Marchezan, Secretário de Desenvolvimento Social e Esporte, da Srª. Vera Ponzio, presidente da FASC, do Sr. Nelson Khalil, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do Sr. Victor Daniel Freiberg, Presidente do Clube Pertence, de Karina Zeuge, gerente da Associação Gaúcha de Distrofia Muscular (AGAIM) e do Padre Gustavo Bonassi, representante do Conselho de Delegação dos Pobres Servos da Divina Providência.

     Juliana Gonçalves, psicóloga e coordenadora técnica dos Residenciais Inclusivos, agradeceu a presença de todos e compartilhou a metodologia e forma de trabalho realizada nos residenciais comentando, "Há um ano e seis meses iniciamos o trabalho pioneiro no Residencial Inclusivo São João Calábria, localizado na Restinga, trabalhamos com, basicamente, dois pilares: o vínculo pelo afeto entre os educadores numa tentativa de  qualificar suas vidas. É um trabalho diário, árduo, com muita dedicação e muito amor. E o segundo é que apostamos muito na saúde, por sabermos que a deficiência intelectual não exclui o potencial que cada um tem e que pode ser desenvolvido."

      Vera Ponzio, presidente da FASC, contribui dizendo, "Esta entrega é muito especial. Desde 2015 viemos trabalhando e, em 2017 priorizamos a execução deste residencial. A saída desses adultos do acolhimento, na época, obrigou-nos a comprar vagas em espaços que não eram os mais indicados. Infelizmente eles não foram atendidos de acordo com suas necessidades. É doloroso falar, mas eu lembro da Adriana, da Geovana, que, infelizmente nós perdemos para a rua. Esse é o segundo abrigo e tem um importante significado para nós, pois representa a continuidade de um trabalho. É a garantia de um olhar diferente à cada especificidade que eles apresentam e a possibilidade de enxergar essa diferença e construir isso no dia a dia" Ela enfatizou que "Essa entrega é carregada de significado, ela é vida, é amor e a possibilidade real de cuidado àqueles que vão chegar: o Júlio do AR7, a Gabriela que está conosco no AR6, desde os 9 meses de idade, eles virão morar nessa casa que tem esse sentido, de trazer a felicidade." Ao encerrar sua fala elogiou o trabalho realizado pelo Abrigo João Paulo II e a dedicação da Gestão do Abrigo.

        Sr. Mário Marchezan, Secretário de Desenvolvimento Social e Esporte, parabenizou à Sra. Vera pelo empenho, conhecimento técnico e dedicação pelo trabalho que vem realizando e pela entrega do Residencial Inclusivo. "Estamos entregando em boas mãos, aos Pe. Cláudio e Pe. Gustavo, em nome de vocês, quero parabenizar toda a congregação, quero dizer que gostei muito dessa pedagogia Calabriana, uma filosofia de vida que transforma. Estava conversando com o Nelson e nos questionamos: Você moraria aqui? Sim, é acolhedor, é confortável!" Ressaltou ainda "Tenho certeza de que as pessoas portadoras de deficiências que vierem morar aqui serão bem tratadas e  bem acolhidas." 

         Tainá Vidal, primeira dama do município de Porto Alegre, comentou que o trabalho que vem sendo realizado pela prefeitura tem um olhar voltado aos vulneráveis e às pessoas portadoras de deficiências. Comentou que "temos uma cidade com mais de 350 mil pessoas com deficiências, um número bem significativo. A cidade de Porto Alegre é para ser de muita inclusão, nós vemos a nossa orla do Guaíba. Estar com pessoas que se preocupem com os outros e dediquem seu tempo a essas causas é a razão que nos faz trabalhar cada vez mais." Para concluir sua fala fez mensão a frase: "por mais que haja obstáculos e pedras no caminho, e que tudo seja pra não dar certo, a causa sempre é maior e vale a pena."

           Padre Cláudio agradeceu a presença de todos os presentes e falou em nome do conselho operacional, dos colaboradores, acolhidos e benfeitores, "estamos inaugurando hoje o segundo Residencial Raios de Luz e, hoje, o dia está maravilhoso! Há 40 anos o Abrigo vem realizando o acolhimento de crianças e adolescentes e, ano passado, abrimos ainda mais o leque de serviços com a Casa Girassol para a proteção de mulheres vítimas de violência doméstica e de gênero, com iminência de morte, com ou sem filhos, abrimos o primeiro  Residencial Inclusivo São João Calábria e a modalidade família acolhedora. Estamos proporcionando a estes jovens adultos com deficiências uma qualidade de vida. Esta é uma parceria da prefeitura com as instituições que tem uma vocação toda especial e, muitas vezes, com menos recursos consegue fazer muito mais. E que bom que estamos dando para esses jovens adultos com deficiência uma qualidade de vida. E não adianta bem cuidar das crianças e adolescentes e depois com dezoito anos deixar de cuidar. Temos que cuidar delas até que seja necessário."

            Relatou sobre o início da Obra Calabriana, em Verona na Itália, com o Padre João Calábria, mencionou que o dia 08 de outubro foi escolhido de modo especial, pois é o dia de aniversário de padre Calábria. Explicou sobre a Pedagogia Calabriana "está fundamentada, nisso! Padre Calábria nos ensinou o jeito de ser e viver, no mundo inteiro, não só no Brasil e,  em Porto Alegre, procuramos viver esses ensinamentos, este é o nosso diferencial."

             Padre Cláudio encerrou o evento dando a bênção para os jovens que irão residir no espaço, para as pessoas que irão trabalhar e para a estrutura da casa para que seja um lugar de muita inclusão e amor onde os jovens possam ser protegidos e motivados a continuarem a se desenvolver de forma alegre e feliz.