Loading color scheme

Instituto Pobres Servos e FASC inauguram primeira República de Idosos do Brasil

Social

Em cerimônia simbólica realizada em Porto Alegre, no Bairro Vila nova, a Rede Calábria - ligada ao Instituto Pobres Servos e em parceira com a Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) de Porto Alegre inauguraram a primeira República de Idosos do país.

A proposta é atender até 20 idosos com 60 anos ou mais que possuam renda (benefício ou aposentadora), mas que se encontrem em situação de vulnerabilidade social, com vínculos familiares rompidos ou fragilizados e com histórico de situação de rua.

Esteve presente o ecônomo-geral da Delegação dos Pobres Servos Padre Adelmo Cagliari; a presidente da FASC Vera Regina Hecker, a primeira-dama da capital Tainá Vidal; o diretor-geral da Rede Calábria Padre Gustavo Bonassi; a coordenadora da República de Idosos Daniela Canabarro; o secretário de desenvolvimento social e esporte Mário Marchesan, membros do conselho operacional da Rede Calábria e colaboradores calabrianos.

Serviço é o primeiro do país

Os idosos atendidos contarão com moradia, alimentação (preparada pelos próprios moradores) e uma equipe de retaguarda de técnicos como assistentes sociais, psicólogos, educadores sociais, profissional da área administrativa e serviços gerais, mediante contribuição mensal.

A República para Idosos da Rede Calábria está prevista como serviço de acolhimento institucional inclusa na política de assistência social. Esta modalidade será pioneira no Estado. As repúblicas existentes em Porto Alegre são para jovens adultos egressos dos serviços de acolhimento para crianças e adolescentes. O novo formato de atendimento é inovador na cidade.

O cuidado com os idosos vai de encontro com o carisma e missão da Obra calabriana de cuidar da vida e acolher promovendo vidas. O fundador da Obra São João Calábria sempre teve olhar caridosos e de cuidado com quem mais precisa, seja criança, jovem ou idosos com espírito de família e fraternidade.