Mensagem do Casante para o Natal 2019

A Congregação Pobres Sevos da Divina Providência (Itália) divulgou ontem (18) Mensagem do Casante, Pe Miguel Tofful, para o Natal de 2019.

 

Na Mensagem Pe Miguel fala sobre o "encontro" com Cristo que é começo de toda a comunhão e de toda a conversão autêntica.

 

Confira a Mensagem na íntegra:

 

Mensagem do Casante

Natal 2019

 

 

"... O Verbo se fez carne 

   e habitou entre nós".    (Jo 1,14)

 
 
Caríssimos Irmãos e Irmãs
da Família Calabriana,
 
a paz, a alegria e o amor do Menino Jesus encham os nossos corações e os tornem sempre mais capazes de acolher a Palavra feita carne, para testemunhar ao mundo a profecia da comunhão.
 
Estamos nos aproximando dos dias santos do Natal. A liturgia deste tempo nos ajuda a refletir e preparar nossos corações para acolher a Palavra feita carne como um presente para nossa vida. Sua Palavra nos exorta e nos abre para uma nova maneira de viver neste mundo e compartilhar com as pessoas, a partir da humanidade de Jesus.
 
Fico particularmente impressionado com essas duas expressões da encarnação de Jesus Cristo, o Verbo do Pai, descritas no prólogo de João: "ele se fez carne" e "veio habitar entre nós".
 
Nestas poucas palavras do evangelista, resume-se a mais bela notícia da história e a síntese mais alta e mais profunda de nossa fé e da festa do Natal. Nestas palavras, as três características essenciais da identidade de Jesus de Nazaré são afirmadas: sua humanidade, sua divindade e ser uma única pessoa humana e divina.
 
Na sua pessoa existe uma unidade extraordinária, que se manifesta na comunhão com o Pai e se expressa através de sua humanidade, fazendo profundo contato com o homem, chamado a participar da comunhão com o Pai.
Em Jesus Cristo, o Verbo do Pai, encontramos a plenitude da divindade e da humanidade, como São Paulo nos lembra quando escreve aos Colossenses: "Em Cristo habita corporalmente toda a  plenitude da divindade" (Col 2,9).  Cristo, o homem novo, é a fonte da qual nos originamos e o fim ao qual estamos destinados.
 
O evangelista indica algo extraordinário: nosso Deus pede que todo homem se torne o único verdadeiro santuário a partir do qual irradiar seu amor, sua santidade e sua compaixão. O Verbo se fez carne na fraqueza da existência humana, e isso significa que não há dom de Deus que não passe através da carne, através da humanidade.
 
Refletindo sobre esta passagem e sobre o mistério do Natal, vejo claramente um chamado à profecia da comunhão, que hoje mais do que nunca é essencial na Igreja, e o próprio Cristo nos diz, que continua hoje a tornar-se carne em nós através de Sua Palavra e para viver entre nós na partilha e assumindo a nossa humanidade. O Deus de Jesus pede para ser acolhido para se fundir com o homem, dilatando sua capacidade de amor e comunhão, tornando-o o único verdadeiro santuário a partir do qual se irradia o seu amor.
 
O encontro com Cristo é o começo de toda comunhão e de toda conversão autêntica. O coração humano habitado pela presença de Cristo nos torna mais humanos e nos faz partilhar profundamente a experiência do amor, que supera todo o personalismo e egoísmo.
 
A sua humanidade encarnada em cada um de nós torna nossos corações capazes de criar espaço para a comunhão e de acolher o outro pelo que ele é, não apenas pelo que ele faz; nos estimula a criar espaços de partilha que nos permitem viver a vida de Deus em nós.
 
Este Natal ajude a todos nós, membros da Família Calabriana, a viver uma relação de unidade e comunhão com Aquele que na sua humanidade nos tornou participantes da sua divindade, realizando para nós o seu plano de salvação.
 
Assim se expressava o Pe. Calabria em sua exortação em preparação ao Santo Natal: "Oh, que grande aniversário é o Santo Natal para toda a humanidade! Como todos desfrutam e se alegram com este evento renovado que nos chama a reviver aquele grande dia em que o Verbo de Deus tomou carne humana como nós, deixou o Paraíso, os anjos, a Corte celestial para vestir nossos restos mortais, tornar-se uma criança pequena e nascer nas profundezas da noite em um estábulo, na miséria mais absoluta. E tudo isso, queridos, por nosso amor, para nos salvar ... ". (Exortações, 21-12-1925).
 
Vamos parar e abrir espaço em nossos corações, para poder acolher a Palavra feita carne! Seja Jesus a fazer crescer em nós os seus mesmos sentimentos de unidade e comunhão com o Pai e com toda a humanidade, que tanto necessita.
 
Aproveito a oportunidade para pedir a todos que acompanhem com a oração o caminho que estamos fazendo em preparação ao XII Capítulo Geral, que celebraremos no próximo ano, e cujo tema é "a profecia da comunhão".
 
Na base desta profecia está a ação do Espírito Santo, motor e fonte de toda unidade e partilha.
 
Deixemo-nos surpreender com o evento da Palavra feita carne que habita entre nós, para que ela possa construir uma história nova, renovando nossos relacionamentos e nossa maneira de ser Família Calabriana na Igreja, para que seja um testemunho luminoso da Paternidade de Deus.
 
 
Desejo a todos vocês e às vossas famílias um Feliz e Santo Natal!
 
Rezem por mim, eu vos recordo nas minhas orações. Deus vos abençoe. 
 
Pe. Miguel Tofful, Casante Pobres Servos da Divina Providência.
 
 
Clique aqui para ler a mensagem original (Língua italiana) : Mensagem do Casante para o Natal 2019 - Italiano