O Centro Social São João Calábria completou 1 ano, atendendo crianças e adolescentes na cidade de Rio Grande

No dia 11 de setembro de 2018, era fundado o Centro Social São João Calábria, na cidade de Rio Grande, mais uma atividade social do Instituto Pobres Servos da Divina Providência, idealizado por um grupo de voluntários.

Os Pobres Servos atuam na Diocese de Rio Grande há pelo menos 22 anos, tudo começou na Paróquia Santa Teresa, a convite do Bispo Dom José Mario Stroeher, com intuito de  desenvolver uma atividade social com meninos de situação de rua. O trabalho não se realizou e permaneceu o desejo de  fazer algo, o que veio a se concretizar agora, através do trabalho realizado junto ao Centro Social  "Temos um cronograma de atividades semanal, de forma que eles tem três períodos de 45 minutos por dia e as oficinas são distribuidas nesses horários durante a semana", explicou Ir. Gilnei.

O projeto recebe crianças de 6 a 14 anos, que participam de oficinas de karatê, horta, esporte, numeramento e letramento, psicomotricidade e informática, além de noções de higiene e saúde. Tudo isso interligado por um plano pedagógico, com referenciais pedagógicos, carismático e metodologias de desenvolvimento das atividades que buscam estimular a criança e desenvolver suas habilidades e potencialidades. "Como iniciamos com uma turma, solicitamos à escola Cipriano Porto Alegre, nossa vizinha, os alunos de 3º anos com alguma vulnerabilidade. E recebemos alunos, todos do 3º anos com idades de 8 a 12 anos", completou o Diretor. 

O Centro conta com dois funcionários contratados e doze voluntários que atuam diretamente com as crianças e serviços gerais. "Além disso um grupo de aproximadamente 40 apoiadores que auxiliam das mais diversas formas, desde a promoção de eventos promocionais e trabalhos voluntários pontuais", Ir. Gilnei. 

O Centro recebe doações de padarias, fruteiras, mercado e o Banco de Alimentos que auxiliam através da doação de alimentos e insumos. A atividade conta ainda com o Programa Adote uma Esperança, que tem por objetivo o apadrinhamento, pessoas que possam apoiar financeiramente, mensal ou espontaneamente as crianças que participam do cronograma de atividades semanal, são três períodos de 45 minutos por dia e oficinas distribuídas durante a semana.

O Centro está localizado na Rua Peru, 201, no bairro América, onde era o antigo Seminário da Diocese.

Acompanhe o Centro Social no facebook @centrosocialsjc